CADASTRE-SE PARA RECEBER REIKI SEMANALMENTE


Yoga - Conheça seus benefícios - baixe o ebook grátis O Poder do Yoga

Flavia S Rosa      quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Compartilhe esta página com seus amigos

 

Yogando.....

 

É praticamente impossível definir, em poucas linhas, o que é Yoga. A palavra origina-se da língua sânscrita e significa, basicamente, unir, integrar… Dessa forma, pode ser resumida como uma filosofia que reconhece que mente, corpo e espírito interagem. Porém, é fato que a prática vai muito além desse entendimento.

 

Consuelo Lima, professora de Hatha Yoga do Coletivo Bombo, comenta que Yoga é uma filosofia milenar, “que tem o objetivo de conduzir o praticante a um estado de paz e quietude, colocando-o em contato consigo mesmo”.

Para Edson Ramos, professor de Yoga do Espaço Nirvana, o significado da palavra em si é união, mas, “Yoga nos leva a uma viagem através da arte, da superação pelo exercício físico, pelo estado de paz e relaxamento, entre outros aspectos e benefícios”.

“Segundo lendas mitologias, o Yoga surgiu na terra vindo através dos deuses hindus, que o deixaram aqui para que os seres humanos pudessem ter uma forma de evoluírem como seres conscientes”, comenta Ramos.

“Outros afirmam que, certa vez, o Deus Shiva (um dos aspectos da trindade hindu) ensinava sua esposa Parvati as posições (asanas) do Yoga à beira de um lago, quando um peixe (matsya), que observava Shiva e Parvati praticando os exercícios, os imitou e evoluiu até se transformar em homem”, acrescenta Ramos.

 

 

Vertentes do Yoga

São incontáveis as vertentes que o Yoga possui hoje, mas, no ocidente, as mais conhecidas são:

Hatha Yoga: foca mais na saúde do corpo, sem tanto aprofundamento filosófico. Por meio de exercícios físicos e respiratórios, além de técnicas de meditação e de relaxamento, a pessoa aprende a se movimentar de forma mais consciente e também a respirar de modo mais tranquilo e profundo.

Ashtanga Yoga: é uma prática mais vigorosa, que exige um grau cada vez maior de força, flexibilidade e consciência. É indicada especialmente para que tem resistência para atividades físicas e deseja trabalhar bastante o corpo.

Iyengar Yoga: é um método bastante baseado no alinhamento do corpo. O uso de blocos, cintos, cadeiras etc. possibilita a qualquer praticante se aprofundar mais nas posturas, ou ainda, adaptá-las, o que potencializa também o uso terapêutico da prática.

Vinyasa Yoga: como outros tipos de Yoga, Vinyasa deriva, primariamente, do Hatha Yoga, se distingue, porém, devido às transições e planejamento das posturas. Uma aula depende muito da individualidade de cada professor, mas, de forma geral, pode-se esperar uma aula sempre diferente, alinhamentos bem explicados e muito movimento.

Cada professor pode ter suas particularidades na hora de conduzir uma aula, mas, de forma geral, Ramos explica como é feita a aula de Yoga:

1. Meditação guiada. Ramos explica que, geralmente, as aulas de Yoga começam com um tempo entre 5 e 10 minutos de uma meditação guiada, “com o objetivo de aquietar a mente e criar conexão com a prática”.

2. Aquecimento prévio. “Após isso, temos mais alguns minutos de exercícios simples visando um aquecimento prévio”, diz.

3. Asanas. De acordo com Ramos, em seguida vem os Asanas (posturas) de pé, sentado e deitado.

4. Relaxamento. “Feita a parte física, o praticante é conduzido por um relaxamento profundo para poder assimilar os efeitos da prática e poder descontrair o corpo”, explica o professor.

5. Pranayamas. De acordo com Ramos, a prática é finalizada com os Pranayamas (exercícios respiratórios) e de meditação. “Alguns professores acrescentam cantos com mantras ou leitura de algum texto antigo com os ensinamentos do Yoga”, acrescenta.

No caso do Hatha Yoga, conforme explica Consuelo, a aula pode ser dividida em quatro grandes etapas:

  1. Interiorização;
  2. Pranayama (Controle da respiração);
  3. Asanas (Posturas);
  4. Relaxamento.

“Vale destacar que as aulas podem variar de acordo com a turma e horário da prática”, comenta a professora.

“As aulas de Hatha Yoga trabalham o alinhamento postural, a consciência corporal e respiratória, a flexibilidade e o fortalecimento muscular. Possuem duração de uma hora”, acrescenta Consuelo.

Para quem é indicado?

Consuelo destaca, primeiramente, que qualquer pessoa pode praticar Yoga: crianças, adolescentes, adultos, gestantes, terceira idade. “Não há contraindicações. Um bom professor deve conhecer o seu aluno, entendendo suas limitações e adaptar a prática do Yoga a elas. Uma boa ferramenta para tal é a aplicação de uma ficha de anamnese e a própria observação do professor. Por sua vez, um bom praticante deve aprender a conhecer e a ‘ouvir’ o seu próprio corpo. A questão maior é executar os asanas com atenção e não com tensão. Isso torna a prática muito mais confortável e benéfica”, diz.

Para Ramos, todos podem e devem praticar Yoga, “mas, como toda atividade física, é necessário e indicado fazer uma entrevista prévia com o professor que irá ministrar a aula. Essa entrevista visa saber se o praticante possui alguma lesão ou patologia que necessite de adaptação ou substituição de alguma técnica”, acrescenta.

Como principais benefícios da prática podem ser destacados:

  1. Conquista e manutenção de uma boa saúde no geral;
  2. Melhora de doenças e problemas respiratórios;
  3. Melhora de dores nas costas;
  4. Auxílio na perda de peso;
  5. Condicionamento físico e estética corporal;
  6. Auxílio nas desordens do aparelho digestivo;
  7. Melhora do sistema cardiovascular;
  8. Benefícios para o sistema nervoso e o cérebro;
  9. Auxílio no tratamento de problemas físicos originários de causas psíquicas;
  10. Melhora do sono;
  11. Diminuição da ansiedade;
  12. Sensação de bem-estar;
  13. Fortalecimento do sistema imunológico;
  14. Alongamento dos músculos;
  15. Fortalecimento dos músculos;
  16. Equilíbrio na produção hormonal;
  17. Maior concentração e criatividade;
  18. Melhora da disposição e qualidade de vida;
  19. Autoconhecimento e paz interior;
  20. Melhora nos relacionamentos (consigo mesma e com os outros).

Yoga emagrece?

Esta é uma dúvida bastante comum entre as pessoas. Consuelo explica que a prática do Yoga não tem o emagrecimento como principal finalidade. “Está muito mais ligada a um estado de espírito e à própria busca pela consciência da integração existente entre o seu corpo, mente e espírito, pois esses três pilares devem estar, além de integrados, fluindo em sintonia”, diz.

“Porém, com a prática regular e incorporando o Yoga à sua vida, a mudança de hábitos, incluindo a alimentação (mais saudável), por exemplo, acaba sendo inevitável e, logo, os benefícios ligados à perda de peso e ao fortalecimento dos músculos e órgãos acabam surgindo”, acrescenta a professora.

Ramos ressalta que o Yoga auxilia no processo de emagrecimento porque ajuda a controlar a ansiedade e a diminuir o problema da compulsão alimentar.

Comentários

 

Latest Articles

Aromaterapia e seus benefícios

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Cura Prânica - como atua, onde fazer, como funciona?

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

O que são os Florais e o que eles podem fazer por nós?

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Feng Shui by Master Shoa Kok Sui

terça-feira, 30 de agosto de 2016

O Poder do Portal 999 em 9/9/2016

domingo, 4 de setembro de 2016

Reiki - Seus benefícios

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

OM - O Som Cósmico - Paramahansa Yogananda

quinta-feira, 3 de novembro de 2016